quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

AS BATALHAS DE CRISTO NO MEIO DOS SEUS INIMIGOS (5 de 29)



Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés” (Salmo 110:1)
         Caro leitor estamos conhecendo os inimigos do Senhor e começamos por satanás e suas hostes que comandam este mundo. Falei sobre os anjos caídos e como eles têm atividades especialmente por trás daqueles que são os poderosos deste mundo. Também aparecem os dominadores deste mundo. Estes são os chamados de demônios e eles quem atuam, a fim de que o mundo seja exatamente o que vemos; como por todos os lugares o mundo está cheio de mentiras religiosas, cheio de festas, de seitas perigosas e adoração aos ídolos.
         Essas práticas horríveis não só acontecem países mais subdesenvolvidos no mundo e no meio dos indígenas. Também vemos as atividades dos demônios nos países avançados, cultos e ricos. Quantas práticas malignas e adoração aos ídolos! Vemos em nosso país (Brasil) quantos costumes horríveis e práticas que levam à todo tipo de imoralidades. Vemos um acentuado amor aos prazeres e por isso aparece tanto prazer por dinheiro, resultando em roubos e outras práticas desonestas, feitas até mesmo usando o nome de Deus. Tudo isso mostra o quanto os inimigos do Senhor entram em atividades profundas das trevas no meio dos homens.
         Vemos também como satanás sente um profundo ódio da verdade bíblica e como faz de tudo para impedir que a verdade do evangelho se propague. Em nossos dias ele tem se projetado sutilmente como o deus deste sistema maligno. Por isso vemos o quanto os homens são enganados e iludidos até mesmo com elementos que se dizem pastores e missionários. Quantos sem qualquer noção da verdade se entregam de coração a essas mentiras e realmente se fecham para qualquer orientação bíblica. Satanás tem tremendo poder para dominar-lhes a mente e segurá-los emocionalmente. Satanás luta desesperadamente contra a verdade da glória de Cristo. Ele não se assusta com o grande número de religiões, louvores e outros barulhos com nomes de evangélicos. A verdade do evangelho bíblico que conta a vitória da cruz e da ressurreição é o terror para esses inimigos odiadores de Deus e do povo de Deus.
         Quero aqui alertar meus leitores a respeito da autoridade que satanás tem neste mundo. Essa autoridade não será tirada até à vinda do Senhor. Mesmo os crentes não são autorizados a mexer no poder de satanás, poder que Deus lhe deu para ser o que ele é – príncipe deste mundo. Até mesmo o Senhor Jesus, antes da encarnação passou para Deus, o Pai a autoridade de repreender satanás (Zacarias 3:1,2). O que vemos hoje, homens se utilizando de uma super autoridade para enfrentar satanás e ordenar tudo contra ele, como amarrá-lo e outras repreensões não tem autoridade bíblica. Tudo isso não passa de um orgulho espiritual, por isso, claro, não vem de Deus.
         Não esqueçamos, caro leitor que esses anjos serão para sempre inimigos de Deus. Mas a liberdade que eles têm em seu mundo de trevas está no controle Daquele que reina nos céus e na terra. Aqui neste mundo ainda desfrutamos de certa ordem, paz, família e segurança, porque Deus em Sua misericórdia executa essas coisas. Mas o propósito do Senhor é fazer conhecida Sua mensagem de salvação neste mundo e o Senhor Jesus é o evangelista por excelência. É claro que Ele utiliza Seus servos, a fim de que estes vão pelo mundo inteiro, anunciando essa verdade salvadora.
         Ainda temos liberdade, porque o Senhor intervém em favor dos Seus. Quando no passado enviou Abraão e outros servos, o Senhor foi adiante ordenando aos governantes: “Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas” (Salmo 105:15). Foi assim que o Senhor enviou Moisés e Arão, a fim de ordenar a Faraó que libertasse Seu povo. Na verdade vemos satanás por trás daquele monarca, enchendo coração de arrogância, para desafiar o próprio Deus. Mas aprendemos que os homens nada podem contra Deus; que persistir em orgulho e puxar as armas contra o povo de Deus é simplesmente loucura e caminhar como cegos para o abismo.

Nenhum comentário: